ENCONTRO DE FORMAÇÃO PARA CATEQUISTAS - SEXTA, 30/SETEMBRO, ÀS 21H30, numa das salas da nossa igreja paroquial - sobre o tema “As linhas fundamentais dos catecismos propostos pelo secretariado nacional de educação cristã”.
TERTÚLIA COM JOEL CLETO - SEXTA, 07/OUTUBRO, ÀS 21H30, no nosso auditório - integrada na celebração dos 50 anos da paróquia,com o patrocínio do PORTO CANAL, convidamos Joel Cleto, famoso Arqueólogo, Historiador e divulgador da História e Património, para partilhar connosco os seus conhecimentos sobre o tema “A Pasteleira - da Lenda à localização geográfica: implicações sociais até aos dias de hoje”.

Inseridas nas comemorações do 50º aniversário da Paróquia de Nossa Senhora da Ajuda, realizar-se-ão durante os próximos meses um ciclo de tertúlias.

A primeira tem como tema "A Pasteleira - da Lenda à localização geográfica: implicações sociais até aos dias de hoje", sendo o orador convidado o historiador Joel Cleto.

Sobre JOEL Alves Cerqueira CLETO
Arqueólogo, Historiador e divulgador da História e Património. Nasceu no Porto em 1965. Licenciado em História (1987) e Mestre em Arqueologia (1994) pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Formador de Professores nas áreas de Arqueologia e História, acreditado pela Universidade do Minho (1997), obteve o título de Professor Especialista pelo Instituto Superior de Administração e Gestão do Porto. Neste estabelecimento de ensino superior é coordenador da área científica de História e docente da cadeira de Arte e Património da licenciatura em Turismo.

REUNIÃO DO CONSELHO PAROQUIAL DE PASTORAL - SEXTA, 23/SETEMBRO, ÀS 21H30, numa das salas da igreja paroquial.
REINÍCIO DA CATEQUESE - SÁBADO, 24/SETEMBRO, ÀS 15H, para a infância (1º ao 6º ano) e no DOMINGO, 25/SETEMBRO, ÀS 1OH, para a adolescência (7º ao 10º).
ENCONTRO DO GRUPO FÉ E LUZ - DOMINGO, 25/SETEMBRO, ÀS 11H15.
BÊNÇÃO DE CASAIS NOVOS - DOMINGO, 25/SETEMBRO, ÀS 14H30, na Casa Diocesana de Vilar, presidindo o Sr. Bispo D. António Francisco dos
Santos.
JUBILEU DE CATEQUISTAS E MISSA DE ENVIO - DOMINGO, 25/SETEMBRO, ÀS 16H, na Sé Catedral.

Em sintonia de fé, de missão e de tempo, os catequistas da Diocese do Porto terão a possibilidade de viver, em simultâneo, o seu Jubileu com os catequistas de todo o mundo reunidos em Roma. Assim, no domingo, 25 de setembro de 2016, em comunhão diocesana e com a Igreja universal celebrar-se-á o Jubileu dos Catequistas, na Diocese do Porto. Seremos mais de 14 mil catequistas, reunidos, em simultâneo, nas respetivas paróquias ou vigararias num encontro em rede, a partir de um mesmo itinerário, que permitirá a todos celebrarmos o Jubileu, ouvirmos a mensagem do Papa Francisco e do nosso Bispo Dom António Francisco dos Santos.

Horários e Confissões na Cidade do Porto
Igreja de Nossa Senhora da Ajuda: Sex. 17h às 18.30h, Sáb. 9h às 10h

+info sobre outros locais na cidade do Porto consultar aqui

O Serviço Diocesano de Acólitos irá levar a cabo, para as diferentes Regiões Pastorais, formações para acólitos.

A primeira formação irá incidir sobre o tempo litúrgico de Advento e Natal e as regiões pastorais visadas serão Nascente e Grande Porto, ficando as regiões pastorais de Norte e Sul para o dia 18 de fevereiro de 2017 e com uma temática vocacionada para a Quaresma e Páscoa.

Sob o título Formação de Acólitos - Advento e Natal, estas formações ocorrerão no dia 5 de outubro de 2016, das 14:30 às 17:00.

Apesar de não ter quaisquer custos, alerta-se que a inscrição é obrigatória e, preferencialmente, deve ser feita por grupo através desta hiperligação: http://bit.ly/formacao_acolitos_5out2016. A data limite para as inscrições da formação de 5 de outubro, será o dia 25 de setembro de 2016

Dia 25 de Setembro, pelas 14.30 horas, Casa Diocesana de Vilar

3º Encontro Diocesano de Casais Novos, que será presidido pelo Senhor D. António Francisco.

 

No convite, diz-lhes o nosso Bispo:

"... Vós, queridos casais, sois uma bênção para a Diocese do Porto e constituis uma das mais belas razões da nossa alegria e da nossa esperança no futuro da Igreja e no bem do mundo. Na Exortação Apostólica pós-sinodal do Papa Francisco «Amoris Laetitia» começa assim: «A alegria do amor que se vive nas famílias é também júbilo da Igreja» (AL. 1). É esta alegria que queremos partilhar no encontro convosco para a transformamos em anúncio da alegria do Evangelho que assumimos como nossa missão.

Ouviram-se as propostas de atividades para este ano dos responsáveis dos grupos. A Comissão Permanente, no dia 7 de Outubro, tentará fazer o calendário possível. Deixar-nos-emos envolver pela misericórdia de Deus.

Neste período até ao Natal orientar-nos-emos sobretudo pelos grupos do Anúncio da Fé. Neste domingo, 27 de setembro, damos início ao Ano Pastoral, deixando a cada grupo a escolha da semana para recomeçar a sua atividade.

O Ano Santo abrir-se-á no dia 8 de Dezembro de 2015, solenidade da Imaculada Conceição. Esta festa litúrgica indica o modo de agir de Deus desde os primórdios da nossa história. Depois do pecado de Adão e Eva, Deus não quis deixar a humanidade sozinha e à mercê do mal. Por isso, pensou e quis Maria santa e imaculada no amor (cf. Ef 1, 4), para que Se tornasse a Mãe do Redentor do homem. Perante a gravidade do pecado, Deus responde com a plenitude do perdão. A misericórdia será sempre maior do que qualquer pecado, e ninguém pode colocar um limite ao amor de Deus que perdoa. Na festa da Imaculada Conceição, terei a alegria de abrir a Porta Santa. Será então uma Porta da Misericórdia, onde qualquer pessoa que entre poderá experimentar o amor de Deus que consola, perdoa e dá esperança.

A Catequese de Infância é aos sábados das 15h00 às 16H00, seguida de Eucaristia às 16H30.

A Catequese da Adolescência é aos domingos das 10H00 às 11H00, seguida de Eucaristia às 11H15.

As matrículas continuam. Se tem familiares ou amigos com crianças que fazem seis anos em 2015 façam-lhe chegar este convite.

Contactos

O Plano Pastoral 2015-2020, que aqui apresentamos e queremos para a nossa Diocese, tem por base uma nova perspetiva eclesial, ao ser projetado num horizonte de cinco anos: um Plano Pastoral com metas traçadas, objetivos definidos, caminhos propostos, atividades programadas.

Abre este Plano um novo horizonte pastoral de trabalho eclesial e afirma a importância de assumirmos, na corresponsabilidade pastoral, um espírito sinodal que a todos envolva, mobilize e coloque em permanente «estado de missão» (EG 25) e sempre em comunhão com a Igreja Universal, atentos ao Magistério do Papa Francisco.

Esta Escola não é mais um grupo paroquial, mas um espaço de encontro e formação cristã aberta a todos os paroquianos, quer pertençam ou não pertençam a um grupo paroquial.

Os membros pertencentes aos vários grupos paroquiais devem procurar crescer na fé e no conhecimento de Jesus Cristo. Por isso, também eles devem estar presentes nesta Escola como espaço de crescimento permanente e formação cristã constante.

A Paróquia conta com a presença de todos vós.

O primeiro encontro da Escola da Fé/Escola de São Paulo é já na próxima terça-feira, dia 30 de Setembro, às 21:30 horas numa das salas da Igreja Paroquial.

Durante os próximos meses os catequistas da paróquia vão integrar o curso de iniciação de catequistas organizado pelo SDEC Porto.

O calendário da formação é o seguinte:

outubro
Dom - 12/out das 9H30 às 17H
Qua - 15/out das 21H às 23H
Qua - 22/out das 21H às 23H
Qua - 29/out das 21H às 23H

novembro
Qua - 05/nov das 21H às 23H
Qua - 12/nov das 21H às 23H
Qua - 19/nov das 21h às 23H
Sáb - 29/nov das 9H às 12H30

dezembro
Qua 03/dez das 21H às 23H
Qua 10/dez das 21H às 23H

Espírito Santo,

que desceste sobre os Apóstolos e os fizeste anunciadores do Evangelho:

derrama os teus dons sobre cada um de nós e torna-nos sensíveis aos apelos e às necessidades dos nossos irmãos;

desperta nos corações das famílias, das crianças, dos jovens e adultos o ideal missionário;

dá força e coragem a todos quantos se entregam totalmente ao serviço da MISSÃO.

Amen

Mensagem para o 88º Dia Mundial das Missões

Queridos irmãos e irmãs,

Hoje ainda existe muita gente que não conhece Jesus Cristo. Permanece, portanto, de grande urgência, a missão ad gentes, da qual todos os membros da Igreja são chamados a participar, pois a Igreja é missionária por natureza: a Igreja nasceu “em saída”. O Dia Mundial das Missões é um momento privilegiado no qual os fiéis dos diferentes continentes se manifestam com orações e gestos concretos de solidariedade em prol das jovens Igrejas nos territórios de missão. Trata-se de uma celebração de graça e de alegria. Graça porque o Espírito Santo, enviado pelo Pai, oferece sabedoria e fortaleza àqueles que são dóceis à sua ação. Alegria porque Jesus Cristo, Filho do Pai, enviado para evangelizar o mundo, apoia e acompanha a nossa obra missionária.
Justamente sobre a alegria de Jesus e dos discípulos missionários, gostaria de propor um ícone bíblico que encontramos no Evangelho de Lucas (cfr 10,21-23).

Fátima recebe de 3 a 5 de outubro as Jornadas Nacionais de Catequistas 2014 (JNC 2014) subordinadas ao tema "A Alegria de anunciar Jesus Cristo". As JNC2014 destinam-se a todos os catequistas interessados e as inscrições decorrem até ao próximo dia 19 de setembro.

Do programa do dia 3 de outubro destaque para a sessão de abertura a cargo do presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF), D. Manuel Pelino e para a intervenção do padre Paulo Malícia e de Cristina Sá Carvalho, diretora da Catequese no Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC) que vão abordar a temática "Os materiais da catequese, comunhão eclesial e serviço do Povo de Deus".

A manhã do dia 4 começa com a conferência do presidente da CEECDF subordinada ao tema "Uma Igreja em saída". Na parte da tarde os catequistas estarão divididos por atelier's e conferências temáticas. Cada catequista deve inscrever-se apenas em uma das atividades propostas para a tarde de dia 4 de outubro.

No dia 5 de outubro do padre Luís Miguel Figueiredo Rodrigues vai proferir a conferência "Oração e espiritualidade do catequista em missão", pelas 10h00 seguindo-se o tema "Escola Paroquial de Pais", catecismo 4 a 6, a cargo da irmã Isolinda Tavares e Cristina Sá Carvalho. As JNC2014 terminam pelas 12h00 com a celebração da Eucaristia na Basílica da Santíssima Trindade. 

Educar na Alegria da Fé

A semana de educação cristã convida-nos a descobrir que educar na fé é educar na alegria, na esperança e no amor. Como afirma o papa Francisco, na Exortação Apostólica “A Alegria do Evangelho, (Evangelii Gaudium EG 1): “com Jesus renasce sem cessar a alegria”. É a perspetiva correta para entender o papel da educação cristã. Na verdade, esta tem como finalidade descobrir e seguir o evangelho que enche de alegria o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. (Cf EG 1). Como acreditamos e como podemos observar na história e na vida da Igreja, o evangelho é, realmente, o caminho para uma vida plena e feliz.
Reconhecemos por estas palavras como é hoje importante que a educação cristã tenha a marca da alegria. Na realidade, vivemos tempos de desânimo, de tristeza e de resignação. Estes sentimentos estão relacionados com o forte individualismo e consumismo da nossa cultura. Abundam os divertimentos mas escasseia a alegria interior e profunda. Oferecem-se hoje muitos bens da técnica moderna que distraem, preenchem o tempo e os interesses imediatos mas alienam da vida real e criam um mundo próprio em que cada um se fecha e se isola dos outros.

Sábado

15H00 às 16H00 | Catequese da Infância

1º ano - Arminda Sousa, Elson Lopes

2º ano - Elsa, Rosário Monteiro, Rute Pina

3º ano - Leonel Katotola, Tânia Almeida

4º ano - João Paulo, Paula Nunes, Mariana Pereira

5º ano - Arthur-Marie Typson, Carla Pereira

6º ano - Carolina Pereira, Isabel Carneiro

7º e 8º ano - Carlos Lima, Nuno Monteiro

Domingo

10H00 às 11H00 | Catequese da Adolescência

9º e 10º ano - Carlos Lima, Marlene Silva

O Papa Francisco dirigiu uma mensagem aos participantes nas II Jornadas Sociais Europeias que decorrem em Madrid até domingo, com organização da Igreja Católica, alertando para os desafios colocados pela pobreza e a exclusão.

O documento, enviado através do secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, sublinha que a fé leva os católicos a “transmitir o amor da Igreja para com os pobres, com aqueles que sofrem a perseguição, com os que se veem forçados a abandonar os seus lares e com todos os que chegam à Europa em busca de refúgio”.

O caminho do cristão cumpre-se na Ressurreição – esta a mensagem essencial do Papa Francisco na homilia da manhã desta sexta-feira na Casa Santa Marta.
O Santo Padre, comentando as palavras de S. Paulo na Primeira Carta aos Coríntios, destacou que os cristãos parecem ter dificuldade em acreditar na transformação do próprio corpo após a morte. Centralizou a sua homilia sobretudo na primeira leitura onde S. Paulo tem que fazer uma “correção difícil”, “a da Ressurreição”. O Apóstolo dos gentios dirige-se à comunidade de cristãos de Corinto, eles acreditavam que “Cristo ressuscitou” e “ajuda-nos do céu”, mas não estava claro para eles que “também nós ressuscitaremos”. Tal como S. Pedro ou Maria Madalena na manhã da Ressurreição que pensavam ter sido roubado o corpo de Jesus – observou ainda o Santo Padre que recordou que quando S. Paulo vai a Atenas e começa a falar da Ressurreição de Cristo, os gregos sábios e filósofos, ficaram assustados:

“Mas a ressurreição dos cristãos é um escândalo, não podem entendê-la. E é por isso que Paulo faz este raciocínio, raciocina assim, de modo claro: “Se Cristo ressuscitou, como podem dizer alguns entre vós que não há ressurreição dos mortos? Se Cristo ressuscitou, também os mortos serão ressuscitados’. Há resistência à transformação, a resistência para que a obra do Espírito que recebemos no Batismo nos transforme até ao final, até à Ressurreição. E quando falamos disto, a nossa linguagem diz: ‘Mas, eu quero ir para o Céu, não quero ir para o inferno', mas paramos ali. Nenhum de nós diz: “Eu ressuscitarei como Cristo’: não. Também para nós é difícil entender isso.”

Lema Diocesano 2014 / 2015D. António, propôs-nos este lema diocesano, para o novo ano pastoral de 2014-105: “A alegria do evangelho é a nossa missão”, por ocasião dos 900 anos de restauração da Diocese do Porto.

29 dezembro a 2 de janeiro

Encontro Europeu de Taizé O próximo Encontro Europeu de Jovens terá lugar na cidade e na região de Praga, de 29 de Dezembro de 2014 a 2 de Janeiro de 2015. Este Encontro vai ser preparado pela Comunidade de Taizé, a convite da Conferência Episcopal Checa e do Conselho Ecuménico das Igrejas Checas. Vai reunir dezenas de milhares de jovens para uma nova etapa da «Peregrinação de Confiança através da Terra», iniciada pelo irmão Roger no final dos anos 70.

Jovens de toda a Europa e de outros continentes serão acolhidos pelas paróquias, comunidades e habitantes de toda a região.

No coração da Europa, a cidade com mil torres e campanário continua a unir povos e pessoas de diferentes horizontes, acolhendo-as amplamente na sua riqueza cultural e com a sua herança espiritual.

Colóquio Internacional

Colóquio Um Poder Entre Poderes Concretizada entre 1112 e 1114, a restauração definitiva da Diocese do Porto integra-se numa conjuntura muito particular que, desde as últimas décadas do século XI, vinha a promover uma considerável alteração do quadro político e eclesiástico do Noroeste hispânico.

A relativa proximidade que então se verificava entre os prelados D. Maurício de Braga e D. Diogo Gelmires de Santiago facilitou a eleição de D. Hugo, devotado arcediago compostelano, para a cátedra portucalense.

Iniciava-se desta forma um longo processo de reorganização que acabou por se entrelaçar com o próprio processo da formação do reino de Portugal e da construção de uma Igreja portuguesa.

É precisamente este complexo e alargado cenário histórico que o presente colóquio pretende abordar através das intervenções e estudos de especialistas nacionais e estrangeiros.

Apelo à paz na Ucrânia e no Lesoto

As palavras também matam

As palavras também matam. Insultar não é cristão – sublinhou o Papa Francisco neste domingo por ocasião da oração Mariana do Angelus juntamente com os fiéis reunidos na Praça de São Pedro.

Inspirando-se na liturgia deste domingo que fala da correcção fraterna na comunidade dos crentes, o Papa recordou:

“Jesus ensina-nos que se o meu irmão comete um erro contra mim, me ofende, eu devo ser caridoso em relação a ele e, antes de mais, falar com ele pessoalmente e explicar-lhe que o fez ou disse não é bom”.

 Editoras Católicas marcam presenças

Feira do Livro 2014

A Feira do Livro do Porto, ocorre de 5 a 21 de setembro, nos jardins do Palácio de Cristal, e vai ter a participação de conteúdos católicos com a presença de várias editoras.

“A Paulus Editora procura sempre estar próxima dos seus destinatários, mas a nossa presença no norte do país é feita através de parcerias e de livrarias de revenda. Queremos assim reforçar a nossa presença e apresentar produtos que vão de encontro às necessidades das pessoas”, explicou o padre Rui Tereso, diretor-geral da Paulus Editora, num comunicado recebido hoje pela Agência ECCLESIA

Nesse sentido, no pavilhão 90, os visitantes vão encontrar livros para todas as idades e interesses: “Para além do livro do dia, há títulos com grandes descontos e ainda a oportunidade de utilizar o talão de desconto disponível no site da Paulus Editora”, revela a editora católica.

Rezar com os maiores
Inicia a sua oração semanal na terça-feira, dia 2 de Outubro, às 15:00 horas.


Escola da Fé
Inicia os seus encontros na próxima terça-feira, dia 2 de Outubro, às 21:30 horas numa das salas da Igreja.


Grupo de leitores
Com é habitual, iremos recomeçar na nossa comunidade paroquial com as nossas reuniões quinzenais aos domingos a partir das 10 horas, começando, assim, de uma maneira formal, a nossa actividade pastoral de serviço à Mesa da Palavra na celebração Eucarística.

Igreja de Nossa Senhora da Ajuda - Altar 

A data de começo destas reuniões está a ser preparada para 7 de Outubro. Pedimos a comparência daqueles que, ao longo dos anos nos têm acompanhado, assim como de NOVOS ELEMENTOS que queiram, pela primeira vez fazerem parte deste nosso grupo. Agradecemos a todos a colaboração para tornarmos mais ricos na compreensão da Palavra de Deus.

catequese

Catequese da infância:

1º ao 6º ano - 29/Setembro (Sábado)


Catequese da adolescência:

7º ano - 29/Setembro (Sábado)

8º ao 9 ano - 30/Setembro (Domingo)

 

manuelclemente

D. Manuel Clemente, bispo do Porto e vice-presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, é um dos participantes no próximo Sínodo, que vai decorrer em outubro, no Vaticano. Em entrevista à Agência ECCLESIA, antecipa os principais temas que vão estar em debate, perante centenas de participantes, incluindo o Papa Bento XVI.

Celebra-se no próximo dia 9 de Setembro, às 16h, na Igreja Catedral, a Festa da Dedicação e a Celebração do Envio dos professores de EMRC. Deste modo, recomeça o calendário do ano pastoral 2012/2013, Ano da Fé.

O arranque oficial do Ano da Fé na Diocese do Porto está agendado para o dia 4 de Novembro.

ano-da-fe 2012

 

Estamos acabar de chegar e de viver dias maravilhosos  em terras de África.
Gente humilde, acolhedora, e que sabe tão bem receber quem os visita.
Ficamos surpreendidas com as grandes obras que a Igreja ali tem em Moçambique.
E como  já disse várias vezes, ali encontramos grandes Santos, que entregam as suas vidas ao serviço dos irmãos, inteiramente trabalhando para o bem estar deles.

mocambique2012

E foi aqui que eu me apercebi, dos meus deveres de baptizada.
É necessário que não esqueçamos que todos somos Igreja, e a nossa ajuda é preciosa, seja na presença trabalhando nos lares, nos infantários, nas escolas, em suma onde for preciso, assim como a nossa ajuda financeira, aquelas obras precisam de grandes apoios a todos os níveis.
E tal como eu disse antes de partir.
Eu vou levar o Amor de Deus e a sua Palavra aos  irmãos.
E foi isso essencialmente que fizemos.
Ficaram de tal maneira no meu coração, que estou a pensar voltar.
A dupla, Teresa e Patrícia

Naquele tempo, reuniu-se à volta de Jesus um grupo de fariseus e alguns escribas que tinham vindo de Jerusalém. Viram que alguns dos discípulos de Jesus comiam com as mãos impuras, isto é, sem as lavar. – Na verdade, os fariseus e os judeus em geral não comem sem ter lavado cuidadosamente as mãos, conforme a tradição dos antigos. Ao voltarem da praça pública, não comem sem antes se terem lavado. E seguem muitos outros costumes a que se prenderam por tradição, como lavar os copos, os jarros e as vasilhas de cobre –. Os fariseus e os escribas perguntaram a Jesus: «Porque não seguem os teus discípulos a tradição dos antigos, e comem sem lavar as mãos?». Jesus respondeu-lhes: «Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: ‘Este povo honra-Me com os lábios, mas o seu coração está longe de Mim. É vão o culto que Me prestam, e as doutrinas que ensinam não passam de preceitos humanos’. Vós deixais de lado o mandamento de Deus, para vos prenderdes à tradição dos homens». Depois, Jesus chamou de novo a Si a multidão e começou a dizer-lhe: «Escutai-Me e procurai compreender. Não há nada fora do homem que ao entrar nele o possa tornar impuro. O que sai do homem é que o torna impuro; porque do interior do homem é que saem as más intenções: imoralidades, roubos, assassínios, adultérios, cobiças, injustiças, fraudes, devassidão, inveja, difamação, orgulho, insensatez. Todos estes vícios saem do interior do homem e são eles que o tornam impuro».

 Mc 7, 1-8.14-15.21-23

... na Igreja e no Centro Social

Saudamos cada paroquiano e também cada grupo paroquial, na união entre os seus membros, pela qual se torna visível a Igreja que somos e queremos. Contamos com cada paroquiano e também com cada grupo para o serviço que a Paróquia é chamada a prestar às pessoas, às famílias e à população. Podem contar com o nosso desejo de servir. Este é o desafio que nos faz o Padre Baptista. Embora com a responsabilidade da Paróquia das Antas, continua presente na nossa amizade e na obra que realizou para continuarmos em cada dia e em cada semana.

Pe. Domingos e Pe. Artur Jorge

Em Cristo e nos que vivem em Cristo está a resposta, como sempre e esplendidamente esteve!

Ano pastoral 2011/2012  
É o lema que nos é proposto pelo Senhor Bispo para este ano pastoral que estamos a iniciar. Refere-se à Família e aos Jovens com que a Paróquia quer estar e de quem a paróquia precisa. Devemos começar por apoiar  as iniciativas ligadas à Família. Contamos com os grupos de Jovens para comunicar a nossa amizade a outros Jovens.


{gallery}cenvio:600:400{/gallery}

Fotos gentilmente cedidas por Eurico Graça.

Paróquia de Nossa Senhora da Ajuda

Porto

Pela nomeação do Sr. Pe. Baptista para pároco de outra paróquia desta cidade e chegado o momento de partida, comunica-se que vai a Comunidade N. Sra. da Ajuda realizar um tempo celebrativo de acção de graças pela sua presença e obra nesta Paróquia, com o seguinte programa:

Sábado, dia 17.Setembro.11

15:30 – Oração na Capela de N. Sra. da Ajuda
16:15 – Momento de Homenagem no Centro Social
17:00 – Celebração Eucarística na Igreja Paroquial

A pedido do Sr. Pe. Baptista, transmite-se à Comunidade desta Paróquia o seu agradecimento pelo imenso carinho com que foi acolhido, durante todo o tempo em que se encontrou ao seu serviço.

A Comissão Permanente do CPP