4ª Semana - Glorifica

V/ Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
R/Ámen.

1. Convite à oração: O papa Francisco diz-nos que corremos o risco de contrair a doença de “Alzheimer espiritual” quando nos esquecemos de Deus; quando, na nossa oração e na nossa relação com os outros, falta a palavra e o sentimento de «obrigado». Comecemos a nossa oração, com o coração cheio de gratidão, recordando tudo o que recebemos, neste dia. E digamos baixinho: «Obrigado, Senhor, por tudo». Escutemos depois um breve excerto da 2ª leitura deste domingo:

2. Leitura bíblica: “Irmãos: Deus, que é rico em misericórdia, pela grande caridade com que nos amou, a nós, que estávamos mortos por causa dos nossos pecados, restituiu-nos à vida com Cristo. De facto, é pela graça que fostes salvos, por meio da fé. A salvação não vem de vós: é dom de Deus. Não se deve às obras: ninguém se pode gloriar” (cf. Ef.2,4-10).

3. Breve diálogo sobre este texto:

a) Dizia o Papa Francisco: “os cristãos podem gloriar-se de duas coisas: dos seus pecados e de Cristo crucificado. O lugar privilegiado para o encontro com Jesus Cristo são os nossos pecados. Quando o cristão não é capaz de se sentir um pecador, salvo pelo sangue de Cristo, Crucificado, ele torna-se um ‘meio-cristão’, um ‘cristão morno’. A força da Palavra de Deus e da vida cristã reside naquele preciso momento, em que eu, pecador, encontro Jesus Cristo, e aquele encontro transforma a minha a vida e dá a força de anunciar aos outros a salvação”.

b) Perguntemo-nos: Somos capazes de dizer ao Senhor: ‘sou pecador?’ e confessar concretamente o pecado? Somos capazes de crer que Ele, com o Seu Sangue, me salvou do pecado e me deu uma vida nova?

4. Gesto: Escrever na 4ª porta o nome de três pessoas a quem agradecemos terem-nos aberto as portas da salvação: os pais, os padrinhos, os avós… Esta semana saberemos dizer um “obrigado” ao Senhor por cada um delas e saberemos dizer-lhes um “obrigado” pessoal, olhos nos olhos.

5. Pai-Nosso

6. Oração conclusiva: (adaptada do Prefácio Comum IV)
V/ Senhor, Vós não precisais dos nossos louvores
e poder glorificar-Vos é dom da vossa bondade;
Os nossos hinos de bênção,
nada aumentam à vossa infinita grandeza,
mas alcançam-nos a graça da salvação.
Dai-nos, Senhor, um coração agradecido,
Ensinai-nos a dar-Vos graças, sempre e em toda a parte,
por Jesus Cristo, nosso Senhor!
R/ Ámen.

CONTACTOS

R. de Bartolomeu Velho Nº 501
Lordelo do Ouro
4150-124 Porto
T +351 226 183 409
[email protected]

INFORMAÇÃO ÚTIL

Horários da eucaristia na Igreja paroquial
Domingo às 11H15 e às 19H
4ª e 5ª-feira às 19H15
Sábado às 16H30

Horários da eucaristia na Capela da Ajuda
Domingo às 9H
3ª-feira às 19H15

FOLHA DOMINICAL

Aceito a Política de Privacidade

Please publish modules in offcanvas position.

Utilizamos cookies
Fazemos uma utilização de cookies no nosso site no sentido de melhorar a sua experiência de navegação. Usamos igualmente cookies para análise de dados estatísticos. Ao clicar "Sim", está a concordar com o armazenamento de cookies no seu dispositivo.