O deserto leva-nos ao essencial da vida. Ajuda-nos a viver apenas com o necessário e obriga-nos a ser mais solidários com os outros. Senhor, abrimos a porta do arrependimento, dos nossos excessos e dos nossos egoísmos.

“Quando não rezamos, fechamos as portas ao Senhor para que Ele não possa fazer nada. Pelo contrário, diante de um problema, de uma situação difícil, de uma calamidade, a oração abre as portas ao Senhor, para que Ele venha. Ele refaz as coisas, Ele sabe arranjar as coisas, colocá-las no lugar. Rezar é isso: abrir as portas ao Senhor. Se as fecharmos, Ele não pode fazer nada”

(Papa Francisco)